Entender a esquizofrenia 
Todos os esquizofrénicos cometem crimes?
Todos os esquizofrénicos cometem crimes?

Todos os esquizofrénicos cometem crimes?

Não, nem todos cometem crimes.

Tudo depende do tipo de esquizofrenia que têm e se aguentam mais ou menos ofensas à sua pessoa. Exemplo, se na vida real quando alguém os insulta eles vão logo reagir com violência, neste mundo de alucinações da esquizofrenia quando ouvem uma voz ofensiva à sua pessoa, também vão reagir com violência e vice-versa...

Medicado pode-se evitar qualquer tipo de violência, para isso à que aceitar o tratamento de livre vontade e tendo a consciência que necessita dele para andar bem.

Outro exemplo é quando o doente sente que está em perigo de vida, em que desconfia e acredita nessa desconfiança, que alguém lhe quer fazer mal, como lhe tirar a vida a ele ou a outra pessoa familiar ou amiga. Nesta situação ele pode reagir com violência, pensando que se está a defender a si ou a alguém amiga.

O doente pode reagir de cinco maneiras diferentes quando começa ou já está com alucinações à muito tempo:

aceitar (aceitar todas as alucinações pois neste caso elas o (a) elogiam, e mandam lhe fazer o bem e por isso se sente bem, e algumas vezes superior ou mais importante que as outras pessoas.)

ignorar (pode ser elogiado por elas, mas sente-se incomodado, pois desconfia desses mesmos elogios, em que pensa que têm segundas intenções e como tem medo de enfrentar a(s) pessoa(s) pelo motivo que acredita que só iria de piorar a situação, prefere ignorar tudo.)

pedir satisfações (neste caso ouve ofensas à sua pessoa e estranhando pede satisfações, para entender o que está a passar-se na sua vida.)

brigar com essa pessoa (está quase a atingir o limite, e sente que estão a meterem-se demasiado na sua vida, paranoia como perseguições...)

ou tirar a vida a si mesmo ou a outra pessoa (atingiu o limite de tudo o que podia suportar...pois esteve a ser atormentado e isso lhe fez sofrer de várias maneiras e continua a sofrer. Não sabendo resolver o problema busca soluções rápidas, para parar de ser atormentado, muitas delas de conflito e algumas de tragédias para consigo ou outra pessoa. De relembrar que o doente só chega a este ponto depois de estar muito tempo sem tratamento, o que pode ser anos de tormento e todo o sofrimento emaginável. Os seus comportamentos vão mudando com o tempo, sejam eles efetivos ou de comunicação com a sociedade, estes são notados pelas pessoas e elas têm aqui um papel muito importante para o incentivar a voltar ao tratamento.)

A solução é ignorar, mas isso depende no que acredita mais em si ou nas desconfianças e se é ou não uma pessoa violenta. É necessário informar que muitas das vezes não depende de ser ou não violento, pois pode ser pacífica e com o tempo em que está sem tratamento surgir um desgaste de paciência. Porquê? Devido a estar constantemente a ser atormentado por um longo período de tempo, ele vai sofrer de várias maneiras e isso vai criar uma necessidade de pôr um fim a esta situação. A solução que encontra nem sempre é lógica, nem aceite pela sociedade, pois muitas delas são de conflito e de crime contra os outros. Na sua cabeça pensa que está a solucionar o problema, que não existe, pois só existe em si e não consegue ver que isso são alucinações. Mesmo que não queira prejudicar ninguém, pode acabar por o fazê-lo, porque não consegue medir as consequências dos seus actos. Acredita que sabe a solução, mas engana-se a si próprio.

O tratamento é essencial para acabar com qualquer desconfiança ou seja paranoia. Temos que aceitar ser tratados, pois isso não só inspira confiança, como é eficaz no controlo dos sintomas.

A medicação acertada no doente, faz com que este seja como uma pessoa saudável, podendo ter uma vida normal como qualquer pessoa a seu redor. Poderá trabalhar, constituir família e muito mais.

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.9/5 (351 votos)

ONLINE
1




Total de visitas: 25528